CENA
Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2008
Desafios do Macaco Inimigo V

 

Esta semana teremos como desafiante o jovem deputado do Partido Ecologista “Os Verdes”, Francisco Madeira Lopes, conhecido e reconhecível pelo seu look despreocupado: cabelo comprido e apanhado, raras vezes trajando gravata, mas sempre envergando boas camisas. Resta informar que, no início do desafio, o júri apelou ao desportivismo dos participantes, para que se não repitam cenas deploráveis como as da semana passada.

 

 

Melhor prémio ganho numa quermesse:

 

MADEIRA LOPES: um vaso grandão para meter guarda-chuvas

MACACO-INIMIGO: uma motorizada a pedais

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

 

 


      

 

Monopólio com volta de aquecimento:

 

MADEIRA LOPES: sim, joga assim

MACACO-INIMIGO: não, começa logo a contar

 

Vantagem: Macaco-Inimigo* 

 


     

Batatas a murro:

 

MADEIRA LOPES: Come tudo

MACACO-INIMIGO: Tira a pele com a faca e mete na borda do prato

 

Vantagem: Madeira Lopes 

 


  

Exercício físico predilecto:

 

MADEIRA LOPES: Andar, subir escadas

MACACO-INIMIGO: Andar

 

Vantagem: empate técnico**

 


      

Vezes que disse a frase “Eu nem sou racista, mas…”:

 

MADEIRA LOPES: menos de quinze

MACACO-INIMIGO: mais de quinze

 

Vantagem: Madeira Lopes 

 


     

Formação Cristã:

 

MADEIRA LOPES: frequência de catequese

MACACO-INIMIGO: Crisma

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

 


  

* Inicialmente, a vitória neste parâmetro foi atrubuída a Francisco Madeira Lopes; no entanto, após recurso apresentado por Macaco-Inimigo, o juri revogou a decisão e atribuiu a vantagem a este último.

 

** Francisco Madeira Lopes apresentou igualmente recurso nesta categoria; contudo, o seu pedido não foi atendido, tendo o juri mantido a decisão.

 

 

Mantendo a promessa de desportivismo, Macaco-Inimigo cumprimentou solenemente os elementos do júri, o representante do Governo Civil e deu um passou-bem ao adversário, embora haja quem afirme ter ouvido, baixinho, um «Chupa!» durante tal saudação.  



publicado às 00:00
comentar

Comentários

De Egitaniense a 18 de Dezembro de 2008 às 22:18
Que grande roubalheira, os membros do juri são uns gatunos.
A vitória moral é claramente de Madeira Lopes.


De Pedro Capinha a 18 de Dezembro de 2008 às 21:21
Há aqui comentários de nítido queixume em relação à falta de desportivismo de Macaco-Inimigo, mas devo advertir para o facto de isso ser infundado. Macaco-Inimigo, ao utilizar um coloquial "Chupa!" permite-se a si próprio omitir um "Guincha/Incha, porco!" (dependendo das especificidades regionais), que seria bem pior para Francisco Madeira Lopes, atendendo às suas preocupações ecológico-naturais.


De Alexandre Kulcinskaia a 19 de Dezembro de 2008 às 12:24
Se o caro amigo se dirige ao comentário registado pela minha pessoa devo desde já adverti-lo de que não ousei sequer tocar nesse assunto, para mim tão delicado, que foi o mau ganhar do Macaco-Inimigo. Pior que um mau perdedor é um mau ganhador e o Macaco, vai-me desculpar, não soube apreciar a sua vitória.
O Macaco-Inimigo é um grande estratega, é um facto, mas tem de ser mais comedido e não se aproveitar de alguma preferência que porventura os júris possam ter sobre ele pelo simples facto de ser a estrela maior, que o é, mas não poderá deixar que o estatuto lhe suba à cabeça.
_________________________________
http://kulcinskaia.blogs.sapo.pt/


De JV a 18 de Dezembro de 2008 às 12:25
Mais uma vez Macaco Inimigo demonstra superioridade técnica mas algumas lacunas ao nível do fair-play.

Não obstante, os meus parabéns: foi um belo confronto!


De Alexandre Kulcinskaia a 18 de Dezembro de 2008 às 12:17
Não tiro o mérito ao Macaco-Inimigo mas quer-me bem parecer que esta vitória foi mais de secretaria do que na arena de combate. Gostaria de ter acesso ao relatório do jogo para ver que critérios foram usados para que houvesse uma revogação da decisão aquando do recurso do Macaco-Inimigo e porque é que a mesma revogação não aconteceu quando foi Francisco Madeira Lopes a apresentar o seu recurso.
Pede-se transparência, meus amigos, transparência.
Isto é quase tão escandaloso como o caso Calabote (que quanto a mim foi vitima de injustiça).
_________________________________
http://kulcinskaia.blogs.sapo.pt/


De Rikas a 18 de Dezembro de 2008 às 01:46
Grande macaco! Penso que só perdia frente ao basquetebolista do jogo dos encestes, que nos brindava com um 'ganhastes'.

É possível haver o confronto macaco-inimigo vs basquetebolista do encestes?


Comentar

Últimos notícias