CENA
Quinta-feira, 7 de Maio de 2009
Cine Limpo

 

 

X-Men Origens: Wolverine (X-Men Origins: Wolverine)

 

Wolverine era um garoto com febre em pleno Canadá do século XIX. Isto até ao dia em que um homem bêbado com barba à século XIX mata o seu pai com barba à século XIX num crime de natureza passional e Wolverine, com raiva incontida, vê saírem-lhe umas garras por entre os nós dos dedos e enfia-as com força no peito e arrabaldes do homem que acabara de matar o seu pai; que afinal não era seu pai, uma vez que o seu verdadeiro pai era o homem que ele acabara de matar com aquelas garras novas, o que, enfim, só mostra que a mãe era uma galdéria e quando se é galdéria acaba-se, inevitavelmente, com garotos a matar o homem com barba à século XIX que afinal eram o seu pai verdadeiro. Pouco depois, Wolverine e o bandido do seu irmão, e embora sejam canadianos, participam em todas as guerras em que os Estados Unidos já entraram – até ao Vietname, inclusive -, envergando ambos agora também uma barba à século XIX, isto até serem chamados para fazer parte duma força de elite composta por mutantes com super-poderes: um que é muito rápido com pistolas, outro que é muito rápido com espadas, outro que é muito forte, outro que faz subir elevadores até ao último andar, outro que é o gajo dos Black Eyed Peas, etc. Entretanto, chateiam-se todos no meio duma selva africana e o Wolverine vai trabalhar durante seis anos para uma serração nas montanhas canadianas, onde ganha 18500 dólares ao ano (quase 14 mil euros ao câmbio actual). A pacatez desta sua nova vida é interrompida pelos maus fígados do irmão, que só está bem a fazer ruindade, e Wolverine vê-se obrigado a metê-lo nos eixos, não sem antes correr todo nu desalmadamente até encontrar um celeiro e um casal de velhotes que o veste e alimenta, como é, de resto, habitual em idosos que encontram homens a correr pelados nas suas propriedades. Depois há uma luta numa ilha e os primeiros créditos são para enganar, que depois ainda há mais um bocadinho de filme.

 

O melhor de X-Men Origens: Wolverine: as barbas à século XIX. 

 

O mais ou menos de X-Men Origens: Wolverine: entre tanta barba à século XIX, há que lamentar que nem uma delas seja um cavanhaque.

 

O pior de X-Men Origens: Wolverine: quando se quer usar um twist básico de dinâmica “ah, afinal a namorada dele não tinha nada morrido, era um truque para coiso”, convém não mostrá-la no trailer a liderar um porradão de mutantes a caminho da liberdade.

 

Classificação: 4/10

 

Crítico Cine Limpo

T.C.



publicado às 00:00
comentar

Comentários

De Rocker Roller a 7 de Maio de 2009 às 19:58
melhor q isso tudo é no sim d todas as letras daqele filme e d tares maia hora a espera q passem todas ha uma cena em q o pobre coitado ta a beber um copo e lhe perguntam: ta a beber para esqecer? ao q ele responde: nao tou a beber para lembrar

bonito, profundo, meditem sobre isso


De pepsi plunge a 7 de Maio de 2009 às 19:36
e ja para nao falar que o gambit (assim como todas as personagens não interpretadas pelo hugh jackman) apareceu durante 5 minutos


De diogo nuvem a 10 de Maio de 2009 às 23:23
talvez pq o titulo do filme é:

X-Men Origens: Wolverine

e não

X-Men Origens: Gambit (ou qqr outra personagem não interpretada pelo hugh jackman)


De pepsi plunge a 11 de Maio de 2009 às 07:28
e por causa disso nao podem desnvolver mais nenhuma personagem?
ok,é obvio que ele é a personagem principal mas isso não significa que tenha de ser a unica


De J a 7 de Maio de 2009 às 18:34
ainda gostava d ver q tipo d filmes estes senhores dão notas acima d 6...


De Jose Figueiras a 7 de Maio de 2009 às 23:41
O Gran Torino teve 7.5.

Eles não dão boas notas porque é melhor fazer crítica a um filme mau do que a um bom.


De Prof. V. a 7 de Maio de 2009 às 23:59
És o Zé Figueiras do Muita Louco?


De Alexandre Kulcinskaia a 7 de Maio de 2009 às 17:09
Ainda não vi.
Tenho de ver, se entretanto deixar de ser invisual.
_________________________________
http://kulcinskaia.blogs.sapo.pt/


De miguel noite a 7 de Maio de 2009 às 13:11
4?

lol eh pa vão para o uruguai e n comentem mais filmes sff


De Errado a 11 de Maio de 2009 às 18:56
Miguel noite tem alguma coisa que ver com Michael Knight, o justiceiro? É que Knight é cavaleiro e não noite. Peço desde já desculpa se o meu comentário for despropositado e com isto estou a dar a oportunidade de dizeres que não tem nada que ver com o Michael knight, o justiceiro ou Knight Rider na versão original. Quanto ao filme, sim, o 4 é merecido já eu classificaria-o com nota escroto. Continuem o bom trabalho!


De senhor patrao a 7 de Maio de 2009 às 11:48
Eu tambem consigo fazer subir elevadores ate ao ultimo andar, quer dizer que sou mutante? Ou canadiano?

Vos sois exigentes, para um filme chegar ao 10 vai la vai. E a rubrica devia ser assinada pa.

Nao se metam aqui com o mutante.
Nota 8.5/10


De neoman a 7 de Maio de 2009 às 11:12
isso tudo sem contar que massacram o Deadpool com aquele actor jovem que entrava na mansão do diabo, e no fim parece o Baraka do jogo mortal kombat, aquele que tem espadas a sair lhe dos braços


Comentar

Últimos notícias