CENA
Segunda-feira, 10 de Agosto de 2009
Os Conselhos que te Deixo 6


publicado às 00:00
comentar

Comentários

De Blacksmith a 14 de Agosto de 2009 às 21:20
Quando eu era mais novo só bebia laranjadas S.Tomé. Alguém se lembra destes refrigerantes?
Nessa altura só havia três variantes:
- A laranjada de laranja
- A laranjada de ananás (sim, porque ananasada seria ridículo...)
- A gasosa.
Mas o melhor mesmo é misturar com gasosa. Assim fica traçado tinto.


De Edgar Colaço a 10 de Agosto de 2009 às 21:21
Este conselho é verdade. Foi precisamente aos 12 anos que comecei a beber e nunca tive problemas. Mas não pus vinho tinto na laranjada, bebi meia garrafa de uísqu... whisky.

E quando tiver um filho, digo-lhe pra beber logo aos 12 anos, também. Mas às escondidas da mãe.


De A Besta a 10 de Agosto de 2009 às 15:04
As crianças de hoje em dia já nem vão ébrias para a escola e depois as notas a matemática são o que se vê.


De Edgar Colaço a 10 de Agosto de 2009 às 21:23
Isso não é da bebida, é burrice mesmo.

Eu do 7.º ao 9.º, estive sempre bêbedo. E nunca chumbei.

No 10.ºano quis endireitar a vida e parar de beber. Chumbei 4 anos seguidos, e hoje em dia tenho o 9.º ano.

Sigam os conelhos do senhor Diamantino, que é um homem sábio.


De O Esterco a 10 de Agosto de 2009 às 14:32
É preciso ter em conta o facto de estes conselhos serem bastante temporais.
As virtudes de bem saber beber têm vindo a perder peso com o passar dos anos. A prova é o auto-rádio avariado nos anos do Ribeiro com um rissol enfiado no buraco das cassetes.
Bruno, não sigas todos os conselhos do teu avô, se não queres acabar a ouvir apenas a TSF para o resto da tua vida.


De Pedro Loyola a 10 de Agosto de 2009 às 14:25
Vinho tinto na laranjada deve ficar realmente bom... obrigado Sr. Aleixo !

abraços aos amigos portugueses


De Alexandre Kulcinskaia a 10 de Agosto de 2009 às 11:48
Sigam este conselho que é bem importante.
Eu nunca o segui e hoje em dia pareço um maricas porque não bebo álcool. Sou a vergonha da família.
Eu não tenho nenhum avô no Brasil...
Tinhas dois aqui em Portugal mas também não me deram nada para o meu futuro.
_________________________________
http://kulcinskaia.blogs.sapo.pt/


De Zé Mamalhudo a 10 de Agosto de 2009 às 10:46
Pois, tanta gente a pensar que este avô era o marido da avó brasileira...
O avô do Brasil é um cafajeste! ...Embora a colher de prata seja óptima para degustar os lacticínios frequentemente referidos na rubrica antecessora ao fim-de-semana...

A avó portuguesa é que é bonita... é um misto entre Homem-do-Buçaco, Renato e camião TIR (aquilo é que deve ter sido uma cowboyada)

Quanto ao conselho/concelho propriamente dito, foi pena o Bruno não lhe ter dado atenção... outro dia estávamos no Aires e ele bebeu uma mini e um panachê (eu disse-lhe que não era de homem, mas ele insistiu) e ele foi logo para o piano tocar a lambada com o Busto...


Comentar

Últimos notícias