Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CENA

CENA

07
Ago09

Trufa

gana

 

Produtor: Nestlé

 

Colecção: Longa Vida Vidro

 

Outras informações: Sobremesa láctea refrigerada com chocolate

 

Uma fotografia que não faz jus ao quão lamacenta é a cor deste iogurte.

 

 Avaliação: antes de mais, um pequeno intróito para dizer que a trufa é um fungo que, há cerca de três mil anos, se transformou em iguaria com o único propósito de ajudar a distinguir mais facilmente um idiota de uma pessoa normal. De facto, a exemplo – ainda que a diferentes níveis - dos descapotáveis, das perfomances/instalações conceptuais ou da frase “o livro é sempre melhor”, também a trufa tem este fascinante poder, o de identificar rapidamente um idiota e com uma eficácia que roça os 100%. Não é, com efeito, muito longe desta dinâmica de reconhecimento de idiotas que a trufa de chocolate – o elemento principal do iogurte hoje em análise - é criada, uma vez que esta última pretende responder às necessidades de pessoas que gostavam de ser idiotas de corpo inteiro (como são os apreciadores de trufa, o fungo), mas que, ao fim e ao cabo, acabam por não o ser porque a trufa a sério é cara com'ó raio. Deverá a pretensão a esse estado ser mais condenável - por parte de todos nós, as pessoas normais que não andam por cá para meter nojo - que a verdadeira existência de um estado de profunda idiotice? Esse é um debate quasi-centenário que, em boa verdade, merece discussão em locais onde a ofensa gratuita e pessoal seja socialmente aceite e encorajada. Adiante. E, bem, posto isto, posso adiantar que este iogurte Trufa vem no clássico, e por aqui sempre aplaudido, copo de vidro, o que, sem grande margem para dúvida, é característica para, só por si, aumentar as expectativas. A questão é que este produto começará por deitar logo por terra quaisquer expectativas positivas que se pudessem ter erigido na psique do consumidor; e tudo porque a cor se apresenta como demasiado próxima da lama para não ter efectivamente lama, seja muita, seja pouca. De modo que a dúvida em tom de lamento “então mas eu comprei lama num copo de vidro?” persistirá, com toda a propriedade, na sua mente. Mas por pouco tempo! A consistência deste Trufa vem rapidamente em nosso auxílio e, estando muito longe de algo associável a lama e bem mais a mousse de pacote, acaba por ser revelar como absolutamente decisiva na destruição dessa incerteza. Ufa. A textura apresenta-se, de resto, como o ponto forte de tudo isto, sendo que isso se torna inequívoco quando chega a hora de rapar a embalagem, revelando-se aí o Trufa como um iogurte que se rapa fácil e naturalmente, sem grandes malabarismos ou ginástica. Esta característica é ainda mais louvável se nos lembrarmos que a parte de rapar a embalagem será sempre o calcanhar de Aquiles dessa mítica entidade que é o copo de vidro enquanto recipiente de iogurtes. Todavia, enfim, devo dizer que estamos perante um produto algo enjoativo, salvo apenas pelo copo de vidro, perfeito para servir de vaso a um pé de feijão que se queira criar em casa para aquela rapariga toda ecológica e em contacto com a natureza achar que afinal até temos muito em comum e nos mostrar o regaço durante uns tempos.

 

Então e para lá do prazo de validade?

Quando já der para germinar pés de feijão, aconselho a não comer. Pelo menos tudo.

 

E em termos de nódoas?

Deixei cair nas calças, mas vou deixar secar, para depois raspar com as unhas. Cheira-me que sairá facilmente. Prevê-se uma boa prestação deste Trufa nesse capítulo.

 

Há uma colher ideal para uma degustação em toda a sua plenitude?

Nunca.

 

Nota final: 11

 

Crítico Prova Limpa

Jaime

27 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D