Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CENA

CENA

14
Ago09

Yofu Smooth Pêra & Pêssego

gana

 

Produtor: alpro soya

 

Colecção: Yofu Smooth

 

Outras informações: preparação fermentada à base de soja, enriquecida com cálcio e Vit. B2, B12 e C.

 

A soja e o pêssego foram inventados na China. A pêra foi em mais sitios.

 

Avaliação: trata-se, como bem saberão os meus reverenciados amigos, da estreia absoluta de um iogurte de soja aqui no Prova Limpa. Ora, logo de caminho, considero digno de nota declarar que este famoso tipo de grão apresenta, a meu ver, três grandes reveses: a) é complicado ser-se um fã ou simpatizante de soja sem parecer um daqueles maluquinhos fundamentalistas anti-tudo; b) tentando já a soja substituir a carne e o leite, a verdade é que pode muito bem vir a desenvolver também imitações de couro e haver, num futuro próximo, sapatos (sobretudo mocassins, cheira-me) e casacos de cabedal de soja, ocorrência que, com toda a certeza, levará a que a humanidade deixe de precisar de vacas e elas se extingam todas, coitadinhas; e c) substituindo-se a soja pelo leite, as pessoas não vão ingerir cálcio em quantidades de gente e terão muito menos força nos ossos, ficando a humanidade toda com aquela doença dos ossos de vidro daquele filme e bastando um safanão para, por exemplo, se partir um braço a uma criança, ficando-se sujeito a passar o resto da vida na prisão à pala da brincadeira, que, em boa verdade, partir um braço a uma criança é um acto de selvajaria extrema. São, convenhamos, factos a nunca descurar por inteiro, de tão preocupantes. Seja como for, dou a mão à palmatória: este iogurte de soja assumiu-se como uma agradável surpresa desde a primeira colherada. Cuidei que não fosse saber a nada, ou a cartão, por exemplo, mas não, sabe mesmo a pêra e pêssego, sobretudo a este primeiro fruto. Estando a pêra Morettini/Vitória a 0.99€ o quilo, ao passo que o pêssego Maracotão está a 1.39€ (dados dum site da Internet), é natural que assim seja e metam mais pêra no iogurte. Não levo a mal, é compreensível, e isto às vezes temos que ser uns para os outros. Em termos de iogurte que fica na tampa, uma surpresa que poderia ter sido catastrófica: não fica iogurte na tampa! Mas, calma, há iogurte da tampa, só que, ao retirar-se a dita, essa parte de iogurte cai serenamente para cima do resto do iogurte. Isto é positivo em que sentido? No sentido de, em alguns círculos, não ser muito bem vista a opção de lamber a tampa do iogurte, sobretudo se dinamizada por um adulto. Esta característica do Yofu Smooth, não só o safa de ser verberado socialmente como uma criatura de gamela que, apenas por mero acaso, até tem traços de civilidade, como ainda lhe permite a deleitação com a parte do iogurte da tampa. Embora seja acérrimo defensor do lamber-se efectivo da tampa, enquanto acto cultural e de formação de carácter, considero, de longe, ser muito mais triste quando alguém - por pressão de pares, apenas e só - se coíbe e uma tampa vai para o lixo com iogurte lá agarrado, do que quando a parte que costuma vir adjacente a essa mesma tampa se funde graciosamente com o resto do iogurte. Neste aspecto, o espaço para debate será, julgo, sempre bastante reduzido. Posto isto, de realçar que a nota final pode parecer pouco coerente com o que aqui se foi dizendo sobre este iogurte, mas é preciso notar que houve penalizações, sobretudo ao nível do nome Yofu poder muito bem ser um trocadilho entre Yogurt e Tofu e eu só ter percebido depois de horas a pensar nisso, reflexão que  teria sempre implicações a nível de implosão dos nervos.

 

Então e para lá do prazo de validade?

Parece que as pessoas que comem soja acham que os prazos de validade são apenas uma das infinitas artimanhas do capitalismo. Se achar que é o capitalismo que vem pessoalmente a sua casa meter azedo nos iogurtes, revolte-se e coma na mesma, mesmo que o frigorífico tenha estado no arranjo dois meses com o iogurte lá dentro. Se acreditar em prazos de validade, tenho a dizer que este produto da alpro soya se aguenta entre cinco (se tiver fome moderada) e cento e vinte dias (se tiver cheio de fome) para além do prazo definido na embalagem.

 

E em termos de nódoas?

A parte de pêssego deixa nódoa, mas a parte de pêra não. A probabilidade de deixar nódoa varia, então, entre os 23% e 44%. Uma percentagem relativamente baixa, bem sabemos, mas há que recordar que a nódoa de pêssego fica para sempre.

 

Há uma colher ideal para uma degustação em toda a sua plenitude?

Uma colher que não tenha implicado a destruição de nada ou a exploração de crianças asianas. Coma com as mãos, portanto.

 

Nota final: 16

 

Crítico Prova Limpa

Jaime

29 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D