Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CENA

CENA

15
Set09

ENA - Piratas

gana

 

Piratas

 

Pirata (novo acordo ortográfico) ou Piracta (antigo acordo ortográfico) é um marujo que rouba barcos e/ou cidades portuárias. Actuam de forma organizada, num barco, em grupos de 4 a 25 elementos. O chefe costuma ser o mais velho.

 

Ao contrário do estereótipo criado à volta dos piratas, cerca de 80% dos piratas têm os dois olhos e 90% têm os quatro membros. Contudo, cerca de dois terços dos piratas usam lenços ou chapéu (1).

 

Hoje os piratas exercem diversas profissões, não só a de marinheiro: engenheiro informático, padeiros, médicos, e outras profissões deste género.

 

 

Pirataria informática

 

Pirataria informática é:

a) Copiar CD de música

b) Copiar jogos de computador

c) Comprar coisas com cartões de crédito outras pessoas

d) Entrar em sites que têm password sem saber a password

 

Curiosidade: O teclista e realizador Filipe Melo chegou a ser investigado, quando era garoto, por pirataria informática. 

   

Melo agora e quando era garoto

 

 

Arrumadores de carros

 

Os arrumadores de carros são considerados os piratas da cidade.

 

  

Piratas na cultura popular

 

Pirata já foi uma marca de pastilhas elásticas que rivalizou, em tempos, com a todo-poderosa Gorila. Faliu após uma tentativa gorada de fusão com a marca concorrente, determinada pelo chumbo da Alta Autoridade para a Concorrência que alegou «franca preocupação com a iminência de um monopólio de consequências nefastas para o consumidor».

Celebração após negociações

(antes do chumbo)

 

Piratas são tipos recorrentes em filmes e séries de TV. Basta recordar Piratas das Caraíbas ou o Sítio do Pica-Pau Amarelo. No Sítio, além dos piratas, havia um garoto perneta que fumava cachimbo e animais a falar. Hoje, 75% da juventude brasileira apresenta traumas por causa dessa série e/ou por causa do Fofão.

  

Marquês de Rabicó, uma personagem do Sítio do Pica-Pau Amarelo, falando com os seus filhos (porcos a falar) e Fofão vestido de mágico. Como é que aquela gente não há-de ser maluca. 

 

 

Extras

  

Aleixo no Hospital conversa com um médico pirata.

  

Aleixo no Brasil interage com Fofão.

 

Colaborador

Rui Hugo

24 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D