Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CENA

CENA

10
Nov09

ENA - CENA

gana

 

CENA

 

CENA é acrónimo de Canal de Entretenimento Não-Alinhado e é o canal Web oficial dos GANA, Guionistas e/ou Argumentistas Não-Alinhados. As suas publicações diárias de rubricas de vídeo e texto iniciaram-se a 17 de Novembro de 2008 e terminarão a 13 de Novembro de 2009.

 

Aspecto exemplificativo duma rubrica do CENA 

 

 

As rubricas vídeo:

 

Aleixo na Escola – relatando episódios da infância de Bruno Aleixo;

 

El Luchador – sobre as conversas de um ex-lutador de luta-livre mexicana radicado em Portugal (bancário, casado e apaixonado pela cunhada) com o seu psiquiatra;

 

Vídeos Avulsos – vídeos unos, sem série, experimentais;

 

Aleixo no Hospital – onde acompanhamos a estadia hospitalar de Bruno, operado a um cálculo na vesícula;

 

PPDPP – direitos de antena dum partido que nunca se chegou a afirmar no panorama político português;

 

Busto no Emprego – vemos Busto obrigado a trabalhar após o fim do programa de TV onde era co-apresentador;

 

Plágio Uruguaio – uma série de excertos do programa uruguaio «Circo Bueno» que supostamente terá plagiado textos d’O Programa do Aleixo;

 

Aleixo no Brasil – Aleixo regressa a terras de Vera Cruz, onde alias tem família, para resolver alguns assuntos pendentes;

 

Direitos do Cidadão – várias personalidades do mundo do cinema fazem valer os seus direitos;

 

Os Conselhos que te Deixo – conselhos que Diamantino Aleixo, o avô de Bruno, deixou de prenda para o seu neto;

 

Mister Cimba – Spots publicitários em jeito de TV shop dos produtos e viagens Mister Cimba;

 

7 Artes – Aleixo e Busto apresentam um magazine cultural sobre as 7 artes;

 

A Pandilha – Homem do Bussaco, Nelson e Renato recriam vários quadros bem conhecidos da TV, do teatro e do cinema.

 

 

As rubricas de texto:

 

Jogo Limpo – análise da jornada futebolística (numa altura em que o Leixões estava em alta);

 

Os Desafios do Macaco-Inimigo – duelos entre Macaco-Inimigo e várias personalidades conhecidas e reconhecidas da nossa praça;

 

Horóscopo – as previsões, signo a signo, para 2009;

 

Crónicas do Dr. Ribeiro – histórias do tempo em que Rui Miguel Ribeiro, o amigo invisível e médico de Aleixo, era médico na província;

 

Cine Limpo – análise das estreias de cinema da semana;

 

ENA – é o que está a ler agora, carago; 

 

Renato na República Checa – o diário de Renato em Erasmus;

 

Boato da Semana – coisas que chegaram aos ouvidos dos responsáveis do Canal mas nada inventado por eles;

 

Prova Limpa – análise de vários iogurtes e sobremesas em promoção nos supermercados;

 

Quiz Show – testes à sua inteligência, cultura e adaptabilidade social;

 

Clipe Limpo – apresentação dos nomeados (seguida de votação dos internautas) do videoclipe da década de 00.

 

Mister Cimba – anúncios de imprensa dos produtos e viagens Mister Cimba;

 

Sugestão de Fim-de-Semana – sugestões para tornar o seu fim-de-semana mais útil e agradável.

 

 

Vamos lá ver se eu consigo continuar a escrever para a ENA, independentemente do CENA fechar ou não.  

Colaborador ENA

Rui Hugo

03
Nov09

ENA - Palhaços

gana

 

Palhaços

 

Palhaço é um homem mascarado que tenta fazer as pessoas rir. Há fatiotas tipo, não pode mascarar-se de Zorro nem de Pirata. Tem de se mascarar de Palhaço mesmo.

 

Palhaços costumam trabalhar em circos. Costumam ser artistas seniores e responsáveis, antigos trapezistas ou acrobatas, mas há casos relatados de criminosos a monte que se juntam ao circo porá ninguém os reconhecer assim, vestido de palhaço. Um inspector da PJ de Aveiro foi ver um espectáculo dum circo desses e não reconheceu um fugitivo (palhaço rico).

 

Palhaços a cantar o hino antes do espectáculo começar

 

Também podem trabalhar em teatros, eventos de rua e festas de crianças. Os truques mais eficazes para fazer rir, são:

- Mandar tartes à cara uns dos outros

- Mandar chapadas uns aos outros, com pouca força

- Bater uns nos outros com coisas de borracha

- Mandar chapadas uns aos outros, com muita força

 

Os truques mais ou menos eficazes são:

- Vários palhaços a sair dum carro pequeno

- Palhaços a fazer truques e dar cambalhotas

- Filmes de pornografia com um ou mais actores vestidos de palhaço

- Aquela coisa de fazer animais com balões salsicha

 

Truques de que não gosto nada:

- Flores que espirram água

- Jogar água no público

 

 

Fobia 

 

Os palhaços podem meter medo. O termo psiquiátrico para medo de palhaços é Coulrofobia. O termo psiquiátrico para quem só tem medo de palhaços pobres é Penurcoulrofobia e o termo psiquiátrico para quem só tem medo de palhaços ricos é Ubercoulrofobia.

 

«O meu irmão, quando era pequenino e morava num nono andar, viu um palhaço na varanda do quarto. Desde então tem-lhes medo.»

Rui Hugo, Coimbra

 

 

«Só não tem medo quem é burro.»

Nuno, 7 anos, Anadia

 

 

Palhaços Famosos

 

Palhaço Trapalhuças – Palhaço que ficou famoso por ter cometido centenas de acções de contrabando ao longo de vários anos das décadas de 70 e 80. Andava vestido de palhaço para ocultar a sua verdadeira identidade e fugir aos autoridades. Foi detido em Agosto de 1983, em Albufeira. 

 

Palhaço Croquete – Era António Assunção, o Tó do Duarte & Ca.

 

Batatinha – Apresentava o Batatoon

 

Teté, a Mulher Palhaço – Teresa Ricou.

 

Bozo – Palhaço norte-americano.

 

Payaso Blanco y Arlequín – Palhaços do programa humorístico uruguaio Circo Bueno, transmitido pela estação Uruguay Dos, que foi acusado de plagiar algumas passagens d’O Programa do Aleixo.

 

O plágio

 

 

Um vídeo avulso que NÃO TEM NENHUM PALHAÇO

 

Colaborador ENA

Rui Hugo

27
Out09

ENA - Medicina

gana

 

Medicina

 

Medicina vem do latim ars medicina, que sicnifica a arte da cura. É uma ciência que fita, portanto, curar pessoas. 

 

O pai da medicina é Hipócrates e o seu legado deontológico é válido até hoje. Os médicos fazem um juramento e são obrigados a cuidar das pessoas de graça, mesmo se estiverem na rua. Têm é que dizer uma senha «Deixem passar, eu sou médico». A senha vem do latim «Permissum mihi obduco , ego sum a medicus.»

 

CURIOSIDADE: o termo Hipocrisia vem de Hipócrates porque ele, apesar de ter inventado o juramento, nem sempre o cumpria. Conta-se que, certa vez, ia Hipócrates a caminho de Corinto, viu um homem a cair duma carroça e fez que não viu para não ter que o ir ajudar.

 

Hipócrates arrependido por não ter ajudado aquele homem

 

Os médicos podem dividir-se em internistas e cirurgiões. Também se podem dividir em várias especialidades. As 5 melhores são Anestesiologia, Neurologia, Urologia, Reumatologia e Neurotrauma.

 

Se estava mesmo à espera dum comentário piadético sobre Ginecologia, clique aqui.

 

Fazer análises e tirar chapas também é medicina e não precisa ser feito por médicos ou enfermeiros. Há técnicos de saúde especializados em exames.

 

Medicina tradicional chinesa – funciona porque é ministrada há milhares de anos. Um argumento que acaba por validar a medicina ocidental da Idade Média, que foi praticada durante séculos e incluía sangrar doentes e/ou arrancar membros para os curar de coisas.  

 

      

 

Imagens diversas retratando sangrias. Nem vale a pena comentar. Eu acredito no valor da Civilização Ocidental porque conseguiu sobreviver à Idade Média. Mérito lhe seja dado.

 

 

Medicina baseada na evidência – é uma medicina baseada em provas científicas e que pode ser reproduzida em vários indivíduos e/ou situações com resultados semelhantes. Ainda assim, mais vale pedir opiniões aos naturopatas porque transmitem paz e boas energias. 

 

 

 

Medicina nos media

 

Medicina é o tema mais recorrente a seguir a polícias e a tribunais. Série como Serviço de Urgência, Mr. House ou O Menino Doutor são ou foram muito apreciadas por pais e filhos.

 

O Menino Doutor

 

Bruno Aleixo vai à consulta (Aleixo no Hospital)

 

Dr. Ribeiro faz um alerta à sua saúde 

 

Colaborador ENA

Rui Hugo

20
Out09

ENA - Café

gana

 

Café

 

Café é uma bebida produzida a partir dos grãos português europeu (grães português brasileiro) do cafeeiro. É estimulante, portanto recomenda-se a sua utilização por estudantes e desportistas. Há dois tipos de café: robusta e arábica. Estudantes só devem tomar a partir dos 16 anos. As crianças não devem tomar café. Se tomarem ficam sempre com aquele tamanho e já não crescem mais. Depois os pêlos crescem normalmente, na puberdade, e fica um garoto com barba. 

 

Os ciclistas da Volta a Portugal, antes de começarem as provas, param num café para beberem 10 cafés cada um. Quantos mais cafés beberem, mais depressa acabam a etapa. Andam mais depressa mas também ficam mais nervosos e dói-lhes o fígado. No fim, ficam sempre todos contentes, independentemente do lugar obtido. 

 

Ciclistas argentinos festejando o seu 9º lugar

 

 

Termos de cafetaria:

 

Café normal / cafezinho / bica:

Café curto / italiana

Café cheio

Carioca / restolho

Abatanado / americano

Café pingado / pingo

Café duplo

Garoto*

Galão*

Meia de leite*

 

* Se pedir só assim, misturam leite com restos de café velho, às vezes aproveitado de chávenas de outras pessoas. Se pedir «directo» vem com café acabado de tirar.

 

Se acha que um comentário jocoso sobre cimbalino era uma coisa bem apanhada, clique aqui.

 

 

Sucedâneos de café

 

Cevada - também conhecido por café-da-avó. A minha avó toma isso a pensar que é café.

Carioca de limão - a chávena é igual. Ideal quando o empregado do café já começa a reclamar por você nunca pedir nada.

Descafeinado - há quem diga que eles não tiram nada a cafeína do café. Põem é um calmante para compensar. Por isso é que, nalguns sítios, descafeinado é mais caro.

 

  

Escala do Café 

 

Um médico elaborou uma escala para que se conheça os efeitos do café quando tomado com moderação e quando tomado em excesso.

 

1 cafés - Fica mais desperto

2 cafés - Lê melhor

3 cafés -Tem melhores ideias

4 cafés - Corre mais depressa

5 cafés - Fica todo contente por nada

6 cafés - Dança melhor na discoteca

7 cafés - Abre a pista na discoteca

- - - LINHA DE ÁGUA - - -

8 cafés - Fica agressivo para os amigos e familiares seus que não merecem essa falta de respeito

 

  

Mini quiz

 

Um café num copo com gelo e limão é:

a) Marzagan
b) Magrazan
c) Margazan
d) Mazagran

e) Nenhuma das Anteriores

f) Todas as anteriores


 

 

 

 Cafés na cultura popular

 

O Aires (Conselhos)

 

A Brasileira (Humor de Salão)

 

Colaborador ENA

Rui Hugo

13
Out09

ENA - Domingo (desambiguação)

gana

 


   Esta é uma página de desambiguação que lista artigos associados a um mesmo título.

 

Se uma ligação interna o conduziu até aqui, de forma errónea, por favor alerte a nossa redacção através deste pequeno formulário e, assim que possível, o erro será devidamente corrigido.

 


 

 

Domingo pode referir-se a:

 

Domingo, o pior dia da semana;

Domingos, treinador do Braga e ex-jogador do Porto;

Domingo, dia de ir ver a bola;

Domingo, dia de ir à caça;

Domingo, dia de ir à missa;

Domingo, dia de jogar à malha;

Domingo, dia de ir votar;

Domingo, segundo dia de algumas festas de casamento.

06
Out09

ENA - Polícia

gana

 

Polícia

 

Polícia é o corpo dos agentes da autoridade. Há polícias de diversos tipos: judicíaria, civil, militar, da costa, das fronteiras, etc. Contudo, quando dizemos «o polícia» em vez de «a polícia», referimo-nos a um agente da PSP. Nunca chame «Sr. Guarda» a um agente da PSP, senão ele puxa-lhe a multa para o dobro, tira-lhe o carro ou manda-o para a cadeia.

 

As polícias que há são:

PSP – Mantém a ordem nos centros urbanos.

GNR – Mantém a ordem nas zonas rurais e estradas.

PJ – Investiga os criminosos.

ASAE – Vai ver se os restuarantes têm ratos e se os cafés andam a cumprir ou não a lei do tabaco.

SEF – Combate a imigração ilegal.

Polícia Marítima – Patrulha os mares (pescas, droga) e as praias.

Polícia Municipal – Trabalham para a câmara.

Polícia do Exército, Polícia Naval e Polícia Militar – igual à PSP mas para os tropas.

Polícia Judiciária Militar – Igual à PJ mas para os tropas.

 

 

Relato verídico

 

«Certa vez, num autocarro de uma grande cidade portuguesa, viajava um polícia. Ia em pé, junto do condutor. Em certa paragem, uma passageira que viajava sentada, levanta-se e sai. Antes que outro passageiro ocupasse o seu lugar, a passageira à sua esquerda pousa no assento uma mochila que antes trazia no regaço. Grande parte dos passageiros revolta-se perante este acto. Apesar da pressão, a passageira da mochila não se demove da sua conduta repulsiva. Uma das passageiras, reparando no polícia, dirige-se a ele e faz queixa da dona da mochila. O polícia responde, ciente da sua jurisdição, «Eu não sou polícia do autocarro.» A queixosa amochou, voltou atrás, e teve que viajar em pé. A passageira da mochila levou o resto da viagem respondendo às críticas e provocações com obscenidades que prefiro não reproduzir. Digo só que uma começava com C e é sinónimo chul. para órgão sexual feminino.»   

Alberto (nome fictício)

 

 

Polícia nos media

 

Há diversas séries com Polícias. Não distingo, contudo, as que são com polícias a sério das que são de detectives privados ou seguranças de hotéis. O CSI é polícia mesmo. Outra série que tenho a certeza era «Polícias», escrita por Moita Flores, em parte por causa do nome. Esta série tem a virtude de ter tornado mítico todo e qualquer actor que fizesse parte do elenco. Poucos se recordarão (e não terão dado o devido valor na altura) mas houve mesmo uma série com Luís Esparteiro, João Lagarto, Zé Gato, Vítor Norte, Homem do Tide, só para citar alguns. Se saísse o DVD eu comprava.

 

Comunicado da PJ sobre o desaparecimento de Velhadas (vídeo avulso

 

Colaborador

Rui Hugo

29
Set09

ENA - Casamento

gana

 

Casamento

 

Casamento é quando duas pessoas estabelecem um vínculo religioso, civil ou social para morarem juntos. Pressupõe intimidade física depois do acto, para confirmar o vínculo (normalmente é cópula).

 

Clipart de noivos sem cara.

Não se percebe se a noiva traz um bouquet de flores

ou um prato com carnes frias do buffet

  

Tipos de casamentos

Segundo a bibliografia consultada (wikipédia), existem 13 tipos de casamento. A saber:

 

Casamento Aberto (open relationship): é swing. Os casais vão a festas com outros casais, metem as chaves dos carros num chapéu e depois as mulheres tiram à sorte. Conforme a chave do carro que calhe, vão ter com esse homem. Se a mulher tirar a chave do próprio marido, não sei se repete ou não. Deve acontecer pouco, que elas reconhecem o porta-chaves dos maridos e não o tiram.

 

Casamento Celibatário: Não faz sentido, porque se não há confirmação do vínculo (cópula) o casamento não é válido. Pelo menos para mim.

 

Casamento Arranjado: São outras pessoas (família, amigos…) que tratam de tudo e a pessoa fica noiva sem conhecer o outro. Não é necessariamente uma coisa má, na medida em que as pessoas (família, amigos…) tratam também das coisas chatas, como escolher os convidados, mandar os convites, organizar o copo d’água, etc. É só ir e casar.

 

Casamento Civil: É só no civil. Já fui a um e em vez de ter Jesus ou santos tem lá a cabeça da República.

 

Casamento Misto: Entre pessoas de credos e/ou etnias diferentes. Acho escandaloso que casamentos deste tipo de casamentos tenham nome. É um casamento normal, não tem que ser chamado de «misto». Acho racista da parte da Wikipédia.

 

Casamento Morganático: Li 3 vezes e não consegui perceber o que é. Sei que é uma coisa da Idade Média.

 

Casamento Nuncupativo: casamento feito à pressa por haver, por exemplo, risco de morte eminente de um dos noivos. As testemunhas têm 10 dias para irem provar que o casamento se deu em condições de urgência. Pode até ser feito por pessoas que não sejam juristas nem padres (6 testemunhas). Pode ser, por exemplo, um médico, um estudante, um carteiro, um bancário, um taxista e um padeiro.

 

Casamento Putativo: feito de boa fé mas que afinal não podia ser feito. Por exemplo: a noiva achava que era viúva, porque o suposto falecido teria morrido na guerra; ela casa-se com outro e no fim o primeiro marido volta. Conclusão: a noiva não podia casar porque não era viúva.

 

Casamento Religioso: é realizado na igreja (ou templo), geralmente ao sábado. As mulheres costumam assistir à cerimónia e os homens ficam cá fora a fumar cigarros e a conversar.

 

Casamento Poligâmico: um homem que se casa com várias mulheres. Exemplos: sultões, mórmones, etc.

 

Casamento Poliândrico: uma mulher que casa com vários homens. Nunca ouvi falar disso.

 

Casamento Homossexual: um homem que se casa com outro homem ou uma mulher que se casa com outra mulher. Eu cá respeito e aceito. A Wikipédia é que pôs em penúltimo lugar.

 

Casamento de Conveniência: casamento realizado por motivos económicos ou sociais. Antigamente, muitos jogadores de futebol estrangeiros casavam com mulheres portuguesas para obterem nacionalidade portuguesa. Agora isso é proibido. Toda a gente devia casar por amor. 

 

 

Vídeos para ver

 

Vídeo Avulso com um padre espetando um sermão aos noivos  

 

Colaborador ENA

Rui Hugo

22
Set09

ENA - Deveres Cívicos

gana

 

NOTA: Se procura Deveres de Casa clique em TPC.

 

 

Deveres Cívicos

 

Deveres cívicos são um conjunto de deveres que se impõem ao cidadão para uma justa e salutar convivência em sociedade. O seu não cumprimento dá cadeia. Em baixo segue a sua descrição.

 

RESPEITAR OS OUTROS CIDADÃOS

 

Respeitar os outros cidadãos é um dever cívico e de cada um. Este dever cívico é parecido com os dez mandamentos. Se tirarmos os mandamentos de santificar o sábado, não adorar falsos deuses e não pronunciar o Santo Nome de Deus em vão, até é igual. A saber:

 

7 Mandamentos do Respeito pelo Cidadão

- Honrar pai e mãe

- Não matar pessoas

- Não enganar pessoas

- Não roubar

- Não prestar falso testemunho

- Não cobiçar mulher alheia

- Não cobiçar casa alheia

 

 

VOTAR

 

Votar é um dever cívico e de cada um. Consiste em escolher uma opção duma lista de opções. É extremamente limitativo, ter que escolher entre duas (no caso de referendo) ou meia dúzia de hipóteses (eleições), embora o povo fique todo contente a pensar que escolhe alguma coisa. Em Portugal vota-se para o Presidente da República, para a Assembleia da mesma, para o aborto, para as Câmaras Municipais e para a Assembleia Europeia. Eu não voto porque ainda estou a cumprir pena.

 

AVISO: Lave sempre as mãos antes de votar. Outras pessoas vão usar a mesma caneta. Não dê um passou-bem ao homem da mesa, que ele dá passou-bens a toda a gente.  

 

Direito de Antena do PPDPP


 

PAGAR IMPOSTOS

 

Pagar impostos é um dever cívico e de cada um. Consiste em dar parte dos lucros que se tenha ao estado. Serve para pagar aos polícias, aos médicos, aos professores, etc. Há vários impostos: IVA, IRS, IRC, selo do carro, etc. Não fuja aos impostos. 

 

Não fuja aos impostos: Al Capone matou muita gente e escapou.

Fugiu aos impostos e não escapou. Depois morreu de sífilis na cadeia.

 

 

CUMPRIR SERVIÇO MILITAR

 

Cumprir serviço militar é um dever cívico e de cada um. É ir à tropa.

 

 

DEVERES CÍVICOS DE GRAU 2

 

Deveres Cívicos de Grau 2, ou de baixo grau, são deveres que, não sendo obrigatórios, são aconselháveis. A saber:

- Separar o lixo.

- Conferir o troco.

- Não dar de comer aos pombos.

- Agradecer sempre que lhe cedam passagem na estrada e a prioridade não seja sua.

- Não dar dinheiro a arrumadores de carros.  

 

Colaborador ENA

Rui Hugo

 

15
Set09

ENA - Piratas

gana

 

Piratas

 

Pirata (novo acordo ortográfico) ou Piracta (antigo acordo ortográfico) é um marujo que rouba barcos e/ou cidades portuárias. Actuam de forma organizada, num barco, em grupos de 4 a 25 elementos. O chefe costuma ser o mais velho.

 

Ao contrário do estereótipo criado à volta dos piratas, cerca de 80% dos piratas têm os dois olhos e 90% têm os quatro membros. Contudo, cerca de dois terços dos piratas usam lenços ou chapéu (1).

 

Hoje os piratas exercem diversas profissões, não só a de marinheiro: engenheiro informático, padeiros, médicos, e outras profissões deste género.

 

 

Pirataria informática

 

Pirataria informática é:

a) Copiar CD de música

b) Copiar jogos de computador

c) Comprar coisas com cartões de crédito outras pessoas

d) Entrar em sites que têm password sem saber a password

 

Curiosidade: O teclista e realizador Filipe Melo chegou a ser investigado, quando era garoto, por pirataria informática. 

   

Melo agora e quando era garoto

 

 

Arrumadores de carros

 

Os arrumadores de carros são considerados os piratas da cidade.

 

  

Piratas na cultura popular

 

Pirata já foi uma marca de pastilhas elásticas que rivalizou, em tempos, com a todo-poderosa Gorila. Faliu após uma tentativa gorada de fusão com a marca concorrente, determinada pelo chumbo da Alta Autoridade para a Concorrência que alegou «franca preocupação com a iminência de um monopólio de consequências nefastas para o consumidor».

Celebração após negociações

(antes do chumbo)

 

Piratas são tipos recorrentes em filmes e séries de TV. Basta recordar Piratas das Caraíbas ou o Sítio do Pica-Pau Amarelo. No Sítio, além dos piratas, havia um garoto perneta que fumava cachimbo e animais a falar. Hoje, 75% da juventude brasileira apresenta traumas por causa dessa série e/ou por causa do Fofão.

  

Marquês de Rabicó, uma personagem do Sítio do Pica-Pau Amarelo, falando com os seus filhos (porcos a falar) e Fofão vestido de mágico. Como é que aquela gente não há-de ser maluca. 

 

 

Extras

  

Aleixo no Hospital conversa com um médico pirata.

  

Aleixo no Brasil interage com Fofão.

 

Colaborador

Rui Hugo

08
Set09

ENA - Jogo do Pau

gana

  

Jogo do Pau

 

Jogo do Pau é uma arte marcial portuguesa, de origem incerta. No início do século XX, a sua prática era bastante difundida pelo Norte de Portugal. Servia para defesa pessoal e para resolver contendas. Consiste em dois ou mais homens lutando com paus.   

 

Era uma técnica de luta popular, dado que os paus eram armas bastantes acessíveis. Era normal que viandantes caminhassem com paus e mesmo os pastores a praticavam, para bater nos lobos e lutar com pastores inimigos.

 

Apesar de se chamar «jogo» não é para brincar. Garotos costumam aleijar-se porque levam com o pau dos amigos nos dedos e, se forem lentões, levam com o pau na cara.

 

Gravura antiga com dois garotos jogando com paus, muito serenos.

O mais novo não teve cuidado e levou com uma paulada nas fuças.

 

  

Equipamento 

 

O número de praticantes que utilizam cavacas, cepas e troços de couve tem aumentado, apesar dos esforços das escolas e da federação, que defendam a regulamentação do formato dos bastões (pau de aproximadamente um metro e meio, liso, flexível e mais pesado numa das pontas). Antigamente (ver foto abaixo), antes de haver essas modernices dos cinturões coloridos, como no judo e no caraté, o grau de mestria era representado pela gravata:

Iniciado: laço 

Grau médio: lenço 

Avançado: gravata

Mestre: casaco e direito de se sentar ao meio nas fotos

Praticantes do Jogo do Pau, inícios do século XX

 

 

Mestres e praticantes famosos

 

Muitos foram os praticantes, ao longo da nossa Histórias, que deixaram marcas profundas na prática, desenvolvimento e difusão deste desporto. A saber: Mestre António Nunes Caçador, Mestre Frederico Hopffer, Mestre Júlio Hopffer, Mestre Joaquim Baú, Mestres Calado Campos, pai e filho, Mestre Chula, Mestre Custódio Neves, Mestre Pedro Ferreira, Mestre Elias Gameiro, Mestre Nuno Russo, Mestre Manuel Monteiro, Mota e Bruno Aleixo

 

Mensagem de Bruno Aleixo ameaçando lutador de luta-livre americana com um pau 

 

Aleixo no Brasil resolve problemas com um pau 

 

Colaborador ENA

Rui Hugo

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D