Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CENA

CENA

15
Jan09

Desafios do Macaco Inimigo VII

gana

 

À entrada para a sua sétima semana de absoluta invencibilidades, Macaco-Inimigo recebia um dos nomes mais emblemáticos da canção popular lusa: José Crispim, a face masculina do dinâmico duo "Ele e Ela". Macaco-Inimigo, em declarações à imprensa da especialidade, revelou ser deveras importante o alcance da sétima vitória consecutiva, como forma de se afirmar, ainda mais, como a maior potência bélica da CPLP. Macaco-Inimigo fez notar ainda que a internacionalização é o seu objectivo seguinte (após contundente vitória sobre um brasileiro) e, nesse sentido, uma vitória sem espinhas sobre Crispim assumia contornos de quase obrigatoriedade. Crispim, desculpando-se com um afável gesto, não fez qualquer declaração pré-duelo porque estava a resolver um equívoco por telefone.

 

 

 

 

Gelado de que sente mais saudades:

 

JOSÉ CRISPIM: Calippo de Cola

MACACO-INIMIGO: Pé

 

Vantagem: José Crispim



   

Vezes em que foi o primeiro a chegar a uma festa:

 

JOSÉ CRISPIM: sempre

MACACO-INIMIGO: quase sempre

 

Vantagem: José Crispim

 


  

Tropa:

 

JOSÉ CRISPIM: passou à reserva porque já era pai de três garotos

MACACO-INIMIGO: não fez, fingiu que ouvia mal de um ouvido.

 

Vantagem: José Crispim

  


   

Relação com o plástico bolha de ar:

 

JOSÉ CRISPIM: rebenta todas as bolinhas, sempre todo contente

MACACO-INIMIGO: começa entusiasmado, mas farta-se a meio e vai fazer outra coisa

 

Vantagem: José Crispim

  


  

Quando vai buscar alguém a casa:

 

JOSÉ CRISPIM: apita até a pessoa sair

MACACO-INIMIGO: manda toques de telemóvel até a pessoa sair

 

Vantagem: José Crispim

 


  

Quando sai à noite:

 

JOSÉ CRISPIM: leva a esposa e um casal amigo

MACACO-INIMIGO: acaba a noite em casa de alguém e arrepende-se sempre

 

Vantagem: José Crispim

 

   


 

Conclusão: E é a surpresa da década, no que diz respeito a este desporto milenar. Macaco-Inimigo, invicto até à data, levou seis secos de José Crispim, que, diga-se de passagem, nem parecia estar no seu melhor em termos físicos, revelando mesmo alguma fadiga em determinados momentos. Por um lado, ainda bem que assim foi, porque houve espaço e oportunidade para assistirmos a uma majestosa gestão de esforço e controlo da situação por parte de José Crispim. Macaco-Inimigo sai sem honra, tampouco glória, uma vez que o júri lhe deu um grande raspanete por ter mentido na inspecção para a tropa. Macaco-Inimigo ainda tentou fingir que ouvia mesmo mal de um ouvido, mas passado um bocadinho esqueceu-se e olhou quando o chamaram. O júri não tolera mentiras e Macaco-Inimigo terá cometido aqui o maior erro da sua carreira; carreira essa que, relembramos, se encontrava imaculada até à data. Uma nota final para o vencedor, José Crispim, que revelando fair-play de calibre ímpar, emprestou uns cabos para carregar a bateria do carro da Macaco-Inimigo, que não pegava.

08
Jan09

Desafios do Macaco Inimigo VI

gana

 

 

Esta semana, o desafiante de Macaco-Inimigo é, pela primeira vez, uma estrela internacional: Fábio Júnior, cantor e actor brasileiro. Fábio esteve em Portugal para uma série de concertos e aproveitou para desafiar o campeão invicto, Macaco-Inimigo, naquilo que se previa vir a ser um animado despique. Como habitualmente, o júri foi constituído por pessoa consideradas idóneas, excepto por parte de Macaco-Inimigo que teima em contestar a idoneidade de tudo e todos. Curiosamente, esta semana, nem piou.

 

 

 

Paciência para aturar bêbados (0-20):

 

FÁBIO JÚNIOR: 14

MACACO-INIMIGO: 3

 

Vantagem: Fábio Junior



   

Usa fio dentário:

 

FÁBIO JÚNIOR: diariamente

MACACO-INIMIGO: se comer lombo assado

 

Vantagem: Fábio Júnior

 


  

Faz backups dos seus documentos de Word e/ou Excel:

 

FÁBIO JÚNIOR: não

MACACO-INIMIGO: sim

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

  


   

Ganhos jogando cartas a dinheiro:

 

FÁBIO JÚNIOR: R$ -445

MACACO-INIMIGO: €12

 

Vantagem: Macaco-Inimigo

  


  

Lava as mãos:

 

FÁBIO JÚNIOR: antes das refeições e depois de urinar

MACACO-INIMIGO: antes das refeições e antes de urinar

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

 


  

Desmonta a árvore de Natal:

 

FÁBIO JÚNIOR: vai tirar esta semana

MACACO-INIMIGO: dia 6, à tarde

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

 

   


 

Conclusão: Macaco-Inimigo voltou a vencer com justeza, apesar da boa entrada de Fábio Júnior, que conquistou os dois primeiros critérios. Esta ocorrência levou a que Macaco-Inimigo fizesse má cara, sobretudo para dois elementos do Júri, e, coincidência ou não, Macaco-Inimigo arrecadou as restantes quatro categorias. Diz quem lá esteve que Macaco-Inimigo fez um ligeiro assobio jocoso sempre que limpava uma categoria a Fábio Júnior. Macaco-Inimigo nega, e revelou ser um admirador de Fábio Júnior, tendo inclusive pedido que o artista brasileiro lhe autografasse um disco, fazendo, porém, questão de dizer que não era para si, mas para um primo seu que é mais fã. Macaco-Inimigo diz que o disco autografado de Fábio Júnior é prenda de Natal e anos.

 

18
Dez08

Desafios do Macaco Inimigo V

gana

 

Esta semana teremos como desafiante o jovem deputado do Partido Ecologista “Os Verdes”, Francisco Madeira Lopes, conhecido e reconhecível pelo seu look despreocupado: cabelo comprido e apanhado, raras vezes trajando gravata, mas sempre envergando boas camisas. Resta informar que, no início do desafio, o júri apelou ao desportivismo dos participantes, para que se não repitam cenas deploráveis como as da semana passada.

 

 

Melhor prémio ganho numa quermesse:

 

MADEIRA LOPES: um vaso grandão para meter guarda-chuvas

MACACO-INIMIGO: uma motorizada a pedais

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

 

 


      

 

Monopólio com volta de aquecimento:

 

MADEIRA LOPES: sim, joga assim

MACACO-INIMIGO: não, começa logo a contar

 

Vantagem: Macaco-Inimigo* 

 


     

Batatas a murro:

 

MADEIRA LOPES: Come tudo

MACACO-INIMIGO: Tira a pele com a faca e mete na borda do prato

 

Vantagem: Madeira Lopes 

 


  

Exercício físico predilecto:

 

MADEIRA LOPES: Andar, subir escadas

MACACO-INIMIGO: Andar

 

Vantagem: empate técnico**

 


      

Vezes que disse a frase “Eu nem sou racista, mas…”:

 

MADEIRA LOPES: menos de quinze

MACACO-INIMIGO: mais de quinze

 

Vantagem: Madeira Lopes 

 


     

Formação Cristã:

 

MADEIRA LOPES: frequência de catequese

MACACO-INIMIGO: Crisma

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

 


  

* Inicialmente, a vitória neste parâmetro foi atrubuída a Francisco Madeira Lopes; no entanto, após recurso apresentado por Macaco-Inimigo, o juri revogou a decisão e atribuiu a vantagem a este último.

 

** Francisco Madeira Lopes apresentou igualmente recurso nesta categoria; contudo, o seu pedido não foi atendido, tendo o juri mantido a decisão.

 

 

Mantendo a promessa de desportivismo, Macaco-Inimigo cumprimentou solenemente os elementos do júri, o representante do Governo Civil e deu um passou-bem ao adversário, embora haja quem afirme ter ouvido, baixinho, um «Chupa!» durante tal saudação.  

11
Dez08

Desafios do Macaco-Inimigo IV

gana

 

Após a vitória, de suor relativo, frente a Tozé Martinho, Macaco-Inimigo defronta agora um jovem adversário vindo dos qualifiers: trata-se de João Pombeiro, o cameraman d’O Programa do Aleixo. Espera-se um duelo tu cá, tu lá, e que, no final, haja desportivismo que permita um salutar convívio pós-confronto, sendo que, para isso, esperemos que Pombeiro não tenha que ir logo para casa porque não sei quê, como acontece sempre que perde em alguma coisa. Vamos ver:

 

 

Última vez que chorou:

 

JOÃO POMBEIRO: foi dos nervos

MACACO-INIMIGO: entrou-lhe uma coisa no olho

 

Vantagem: Macaco-Inimigo



   

Faltas de material no 6º ano:

 

JOÃO POMBEIRO: cinco (6ºE)

MACACO-INIMIGO: zero (6ªA)

 

Vantagem: Macaco-Inimigo

 


  

Última vez que comeu carne e/ou aves:

 

JOÃO POMBEIRO: 1995, ao jantar

MACACO-INIMIGO: hoje, ao pequeno-almoço

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

  


   

Jogar à sueca:

 

JOÃO POMBEIRO: não sabe

MACACO-INIMIGO: sabe, e bem 

 

Vantagem: Macaco-Inimigo

  


  

Uso de "Há" e "à":

 

JOÃO POMBEIRO: ao calha

MACACO-INIMIGO: conforme a regra gramatical vigente

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

 


  

Rapar a lata de leite condensado:

 

JOÃO POMBEIRO: sim, mas alterna com seu irmão

MACACO-INIMIGO: rapa sempre só ele

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

 

   


 

Conclusão: Com alguma surpresa (apenas pela larga vantagem, que Macaco-Inimigo era já favorito), Macaco-Inimigo escavacou João Pombeiro. Uma goleada das antigas! Ainda por cima, Pombeiro, com um seis-zero no lombo, teve a distinta lata de se envolver em escaramuças com dois elementos do Júri que, no critério #3, deram a vitória a Macaco-Inimigo. Argumentava Pombeiro que não comer carne desde 1995 ganha claramente a ter comido carne hoje, ao passo que os juízes apontaram diversos factos – entre eles o facto de um fígado animal ser uma riquíssima fonte de vitaminas – que justificariam o seu veredicto. Pombeiro chegou a ameaçar a integridade física dos referidos elementos do júri, mas a sua dieta desprovida de proteínas fê-lo desmaiar e, desse modo, sair sem honra, tampouco glória. Mais fair-play, João Pombeiro, que o amigo até mostrou qualidades. Macaco-Inimigo, por seu turno, já tinha abandonado o local aquando do desmaio de Pombeiro, mas fez questão de, sempre que vencia um dos critérios, gritar impropérios na direcção de seu adversário, nomeadamente uns “Chupa, ******* ** ***** *** ******!”. Perfeitamente compreensível no calor da luta, diga-se de passagem.

 

04
Dez08

Desafios do Macaco-Inimigo III

gana

 

Após a vitória polémica (porém justa) da jornada anterior, Macaco-Inimigo tem esta semana pela frente mais um adversário de assertivo valor. Tozé Martinho, actor e argumentista, desafia Macaco-Inimigo, esta semana, para mais um taco-a-taco.  

 

 

Medos / fobias:

 

TOZÉ MARTINHO: cobras, cães grandes

MACACO-INIMIGO: dentista

 

Vantagem: Tozé Martinho

   


   

Prefere o frango de churrasco  

 

TOZÉ MARTINHO: sem picante

MACACO-INIMIGO: sem picante

 

Vantagem: empate

 


  

Aptidões informáticas

 

TOZÉ MARTINHO: Word (avançado)

MACACO-INIMIGO: Word, Excel, PowerPoint (noções básicas) 

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

  


   

Melhor nota do 12º ano 

 

TOZÉ MARTINHO: Francês (16,8 valores)

MACACO-INIMIGO: Português-B (15,2 valores)  

 

Vantagem: Tozé Martinho

  


  

Experiência musical

 

TOZÉ MARTINHO: canta raramente, com amigos

MACACO-INIMIGO: tocou baixo eléctrico num conjunto

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

 


  

Se encontrar uma carteira com dinheiro no chão

 

TOZÉ MARTINHO: entrega à polícia

MACACO-INIMIGO: compra cerveja e cigarros para dar aos amigos

 

Vantagem: Macaco-Inimigo 

 

   


 

Conclusão: Sem surpresa (não desfazendo no adversário que logrou um respeitável segundo lugar), a vitória recaiu, mais uma vez, sobre Macaco-Inimigo. Este, ao receber o prémio, cumprimentou os elementos do júri sem os olhar nos olhos, o que demonstra ressentimentos ou ressaibo pela vitória não-unânime da jornada anterior. 

À saída, quando questionado, e fingindo que coçava o olho com o dedo-médio da mão direita em riste, brindou a comunicação social com um pirete. 

27
Nov08

Desafios do Macaco-Inimigo II

gana

 

Na segunda jornada de competição, temos Fernando Seara disputando o título que na semana passada recaiu (com toda a justiça) sobre Macaco-Inimigo. Nunca é demais esclarecer as regras: o duelo desenrola-se em 6 parâmetros, com os quais os participantes são comparados directamente. O júri é composto por 3 elementos de reconhecida idoneidade.

 

 

Jantar do último domingo

 

FERNANDO SEARA: lanche ajantarado

MACACO-INIMIGO: rissóis com arroz e batata frita

 

Vantagem – Macaco-Inimigo

  


  

Número de vezes em que apenas ligou a torneira do WC, para os outros pensarem que lavou as mãos

 

FERNANDO SEARA: 2

MACACO-INIMIGO: 8

 

Vantagem – Fernando Seara

  


  

Como reage em caso de acidente automóvel

 

FERNANDO SEARA: chama as autoridades

MACACO-INIMIGO: preenche Declaração Amigável

 

Vantagem – Macaco-Inimigo

  


  

Que faz quando um Malteser cai ao chão

 

FERNANDO SEARA: joga fora

MACACO-INIMIGO: assopra e come

 

Vantagem – Macaco-inimigo

  


  

Nó de gravata

 

FERNANDO SEARA: faz sozinho

MACACO-INIMIGO: pede ajuda

 

Vantagem – Fernando Seara 

 


   

Postura perante a mendicidade

 

FERNANDO SEARA: diz que já deu

MACACO-INIMIGO: finge que não vê

 

Vantagem – Macaco-Inimigo*

  


 

*Nota: resta-nos apenas frisar que a vantagem atribuída a Macaco-Inimigo, na última categoria, não foi consensual. O júri considerou ambas as atitudes reprováveis do ponto de vista ético, mas acabou por deliberar (2 contra 1) que mentir é mais feio que  ignorar o próximo.

 

Macaco-Inimigo revalida assim o título, embora a sua vitória fique manchada por este lance polémico.

20
Nov08

Desafios do Macaco-Inimigo

gana

 

Na semana de estreia, temos em acesa contenda Fernando Alvim e Macaco-Inimigo. O duelo desenrola-se em 6 parâmetros, com os quais os participantes são comparados directamente. O júri é composto por 3 elementos de reconhecida idoneidade.

 

 

O que não aceitaria de estranhos

 

FERNANDO ALVIM: boleia

MACACO-INIMIGO: rebuçados

 

Vantagem – Alvim

 


 

Próxima consulta

 

FERNANDO ALVIM: ortopedia, para mostrar radiografia ao joelho

MACACO-INIMIGO: endireita

 

Vantagem – Macaco-Inimigo

 


 

Pulso no qual usa o relógio

 

FERNANDO ALVIM: esquerdo

MACACO-INIMIGO: esquerdo

 

Vantagem – empate

 


 

Regime de contabilidade

 

FERNANDO ALVIM: não organizada

MACACO-INIMIGO: organizada

 

Vantagem – Macaco Inimigo

 


 

Ponto de embraiagem

 

FERNANDO ALVIM: bom

MACACO-INIMIGO: mais ou menos

 

Vantagem – Alvim

 


 

Melhor amigo

 

FERNANDO ALVIM: tem vários, não consegue especificar

MACACO-INIMIGO: Hugo Mendonça

 

Vantagem – Macaco-Inimigo

 


 

CONCLUSÃO:

 

Macaco-Inimigo é o grande vencedor deste duelo somando 10 pontos (com 3 vitórias, 1 empate de 2 derrotas), face aos 7 pontos de Fernando Alvim.

 

Resta lembrar que as categorias foram escolhidas aleatoriamente, a partir de um banco com 1700 perguntas.

 

As autoridades competentes estiveram presentes e validaram o processo fazendo sinal com o polegar. No final, Macaco-Inimigo cumprimentou todos os presentes e ignorou Fernando Alvim.

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub